Costanza Pascolato: “Não Tenho Mais Susto De Parecer Feia” - Edição 611 (25/05/2018) - Quem

Pouca gente entende, no entanto essa filha da aristocracia italiana, nascida em Siena, mesmo sendo rica, bela e famosa, nem sempre teve uma existência tranquila. Contra As Marcas Do Tempo , de setenta e dois anos, chegou ao Brasil aos 7, próximo com os pais, Gabriella e Michelle Pascolato, fugindo da Segunda Guerra Mundial. QUEM: Você é considerada uma das mulheres mais elegantes do Brasil. Como é o teu closet? Curso De Férias -Maratona De Maquiagem Para Novatos : Comprei muito em uma época em que as roupas eram mais bem-feitas e baratas. Hoje compro pouco. Minha última aquisição foi um casaco de seda da Prada que tem uma estampa preta a respeito de marfim. ver a página vestir, percebi que parte do forro era azul-céu, igual à etiqueta.

Advertisement

Amo estas coisas que você vai descobrindo dentro de uma roupa que é maravilhosamente bem-feita e nunca te deixa pela mão. QUEM: Quais são tuas marcas favoritas? CP: Prada, Miu Miu e Marni, todas feitas por mulheres italianas e meio intelectualizadas, com uma cabeça que eu sei. veja mais sobre como estou adorando a J. Crew, que é uma marca norte-americana com peças bem-feitas e acessíveis. Da Zara eu amo das peças de alfaiataria.

E por aqui no Brasil eu compro Bo.Bô e peças brancas de cambraia da Le Lis Blanc, no verão. QUEM: Como foi fazer uma coleção de sapatos para uma marca de varejo? CP: Quis fazer algo que tivesse a minha cara e que servisse para mulheres de todas as idades. A Shoe- stock tem uma equipe muito boa, em vista disso não precisei me esforçar muito.

Advertisement
  • Sete Retinoides orais
  • 2 Seu Sousa
  • 9 de novembro de 2012 às 12:19
  • A maquiagem adequada para que pessoas usa óculos

Disse tudo o que achava sensacional, como o trabalho a laser no couro, a mistura de instrumentos, e eles desenvolveram tudo superbem. QUEM: Como cuida da graça? CP: Tenho um ritual diário que chamo de restauro (risos). Acordo, bebo um litro e meio de água em jejum e fico sem consumir por uma hora. Tomo banho, passo cremes no organismo todo e faço a maquiagem.

Advertisement

Aproveito pra ouvir rádio e permanecer por dentro das manchetes do jornal. Bem como faço pilates e, desde janeiro, comecei a fazer meditação transcendental de manhã e à noite, por vinte minutos. Sinto que dá uma alegria, uma leveza, uma reequilibrada no corpo humano. QUEM: Você neste momento disse, em entrevistas, que era vaidosa com a finalidade de suspender da cama mais cedo, se maquiar e botar aplique no cabelo para “acordar” esbelta para o marido.

Ainda se sente à mercê da opinião alheia? CP: A minha informação de estética é terrível. Eu a todo o momento fui muito rígida e sofri com isso. Tinha uma inquietação infinito em declarar só o melhor de mim. http://abcdicas+de+beleza.go.com/search?searchtext=dicas+de+beleza na hora de pegar uma foto, achava que nunca tinha ficado legal. Pouco tempo atrás percebi que isto está além do meu controle.

Advertisement

Não possuo mais horror de parecer feiosa. As pessoas não estão ligadas nas rugas. É a energia que aparece. HISTÓRIA DA BARBEARIA : Depois de seu último casamento, com Nelson Motta, que encerrou em 2001, você teve algum namorado? CP: Fisicamente, não. Eu tive muitas relações que conseguem ser descritas como “amitié amoureuse” (sentença francesa pra envolvimento afetivo platônico, e em tradução literal, amizade amorosa).

Não foram namoros, entretanto envolveram estima, respeito e troca intelectual, porque senão não me interessa. E sempre com pessoas mais jovens do que eu, visto que é incomum achar um homem da minha idade, ou mais velho, que tenha agilidade de pensamento. QUEM: Como lidou com a perda da mãe? Foi trabalhoso se deparar com a própria mortalidade?

Advertisement

CP: No decorrer dos 10 últimos anos, no momento em que eu entendi que minha mãe estava envelhecendo e que a perda dela estava próxima, comecei a fazer uma “musculação espiritual”, pra poder estar mais preparada, menos descontente, no momento inevitável. Perdi também, há pouco tempo, a minha babá, que cuidou de mim, das minhas filhas e dos meus netos.


Fonte utilizada para elaborar o tema desta postagem: https://bigbbob.online/descubra-o-que-elas-sao-capazes-de-ser/

Advertisement

encontrar mais informações , perdi todas as pessoas que cuidavam de mim, não tem mais ninguém na fila, sou a primeira pela linha de tiro. Entretanto quem alegou que é tão insatisfatório morrer? Pode ser que eu fique com pavor pela hora, já que eu não imagino como vai ser, e todos nós temos o instinto de conservação, no entanto eu tenho procurado compreender. descrição aqui a meio ambiente é sábia.

Share This Story

Get our newsletter